Fleumático

 

Os Temperamentos segundo Hipócrates

Os temperamentos foram formulados por Hipócrates (o pai da medicina) seis séculos AC. O sábio médico grego classificava os doentes em quatro tipos, cada um dos quais apresentava uma hipertrofia ou o desenvolvimento excessivo de um sistema ou função. Nossos estados fisiológicos estão estreitamente ligados ao nosso comportamento.No ser humano existem quatro aparelhos anatômicos fundamentais, que são a base para determinar os temperamentos:O estudo dos Temperamentos torna-se indispensável para a Grafologia, pois corresponde a um estado particular que tem muitas repercussões no caráter e permite um conhecimento mais profundo do ser humano. O termo Temperamento vem do latim "temperamentum" de "tempere", combinar em justas proporções.O temperamento é inato, é o modo de ser que temos constitucionalmente, produzidos pela herança. O indivíduo nasce com um temperamento determinado que está também ligado à sua fisiologia.

 

TODOS NÓS TEMOS OS QUATRO TEMPERAMENTOS,
COM GRADUAÇÕES E PREDOMINÂNCIAS DE ALGUNS.

 


Todos nós temos qualidades e defeitos, portanto não podemos analisar uma pessoa na sua totalidade sem conhecer profundamente a teoria dos Temperamentos, a Grafologia, as características da grafia que determinam o Temperamento Dominante e a proporção de cada um deles.  É necessário especificar que não existe nenhum temperamento em estado puro, sempre há um que domina, sendo muito difícil apresentarmos dois deles numa mesma equivalência. Cada um de nós possui a sua própria dosagem.
 

 

Temperamento Linfático ou Fleumático

 

 

FLEUMÁTICO

É calmo, frio e bem equilibrado, raramente explode em riso ou raiva, mantendo sempre suas emoções sobre controle. É o único tipo de temperamento coerente, mas tem muito mais emoção do que demonstra.

Por gostar do convívio social, não lhe faltam amigos, mas sempre encontram algo de engraçado nos outros. É simpático e tem bom coração. Não se envolve nas atividades alheias, sendo muito capaz e eficiente.

É conciliador e pacificador. São bons diplomatas, administradores, professores e técnicos.

Partes positivas e negativas do fleumático

Partes positivas: calmo, cumpridor, eficiente, conservador, prático, líder, diplomata e bem humorado.

Partes negativas: calculista, temeroso, indeciso, contemplativo, desconfiado, pretensioso, introvertido e desmotivado.

Fraquezas e problemas causados pelo fleumático

Fraquezas: ser indiferente ao que o cerca, indolência, sabe como provocar os outros.

Problemas causados: magoa as pessoas através das suas piadas, não se esforça para realizar suas tarefas em ritmo satisfatório.

Sabendo isso, você pode então orar e pedir para que Deus te ajude, dando maneiras de amenizar suas fraquezas e melhorar ainda mais suas qualidades.

Nosso Deus é um Deus de milagres, então acredite Nele que ele certamente te ajudará a ser uma pessoa melhor. Lembre-se que não existe temperamento melhor ou pior, pois cada um possui seu lado negativo e positivo, o que torna uma pessoa melhor ou pior é o quanto ela consegue melhorar em suas fraquezas.

 

Tipo físico:
Amplas bochechas. Coxas curtas e maciças. Frente pequena. Lábios carnudos. Nariz arredondado. Nuca grossa. Pernas longas. Tórax estreito. Tríplice queixo. Ventre inchado. O linfático caracteriza-se por um perfil curvilíneo, composto de segmentos circulares. O nariz do linfático apresenta uma concavidade na parte superior, é o chamado nariz arrebitado. Seu perfil revela uma atitude passiva, lenta, pesada, tranqüila e acomodada. Automatiza-se facilmente.

Características da personalidade
Pessoas desse temperamento são mais calmas, tranqüilas, prudentes e autocontroladas. Gostam de rotina e atuam em conformidade com normas e regras estabelecidas, por isso sentem-se bem quando estão acompanhadas de pessoas mais ativas e dinâmicas. Decidem sem pressão e, freqüentemente com bom senso. São flexíveis, seu caráter e ritmo são constantes e disciplinados. São pacientes, observadores, passivos e tem boa memória.

É calmo, pouco esforçado, lento, paciente, tem gestos medidos, andar vagaroso. Seu julgamento é lento, mas com muito bom senso, quando de trata de grafia positiva. Representa uma força passiva que não deve ser desprezada. Tem uma calma, sangue frio e uma tenacidade, às vezes surpreendente frente à brutalidade dos violentos, ao entusiasmo exagerado dos sangüíneos ou a exaltação dos nervosos. Não se apavoram numa catástrofe. Difícil de ser influenciado. Faltam-lhe entusiasmo e criatividade, é lento nas suas tarefas, mas ao mesmo tempo preciso, pontual, capaz de um rendimento aceitável. É um autômato bem regulado que faz e desfaz sem se cansar, sempre com a mesma regularidade. Faz uma coisa de cada vez, é detalhista. Tem boa memória e uma inteligência lenta e penetrante. É observador, mas tem pouca imaginação. Muito fiel às normas.

Tem sensibilidade acentuada. Imune às paixões. Em grafia negativa, há o predomínio da preguiça, do relaxamento e da irresponsabilidade, por isso, embora seja ele um elemento estabilizador, precisa ser acompanhado de elementos mais ativos. Não tem energia para convencer, tem medo. Teme o perigo, os golpes, as violências, sempre que possível os evita. Não andam muito. Usa tudo que tem para não fazer nada: controle remoto, porta automática, etc. Curte as refeições, um bom cardápio com um bom papo. Tem interesse por muitas coisas.

Características profissionais
É lento em suas tarefas, mas as faz com precisão e pontualidade. Gosta de associações. Muito observador, rotineiro; é perseverante e só usa a força necessária para realizar as suas tarefas, jamais extrapola os limites. Teme o desconhecido, mas sabe defender-se com tenacidade.
Profissões recomendadas: enfermagem, medicina, odontologia, salvamentos (bombeiro), (educação, principalmente primária), arquitetura, engenharia, laboratórios.
Bom arquivista, guarda, instrumentista, mecânico, dentista, médico, ascensorista e ideal para atividades rotineiras.

Para motivar o linfático ou fleumático
Marcar encontro sempre no restaurante!
Devemos expor com provas tangíveis as vantagens e os benefícios práticos, a comodidade, a segurança social, a economia do esforço, a tranqüilidade etc., que o emprego pode lhe oferecer; em resumo: contar todas as vantagens materiais.

A grafia do linfático ou fleumático
Escrita: Igual, lenta, monótona, estável, redonda, pastosa, baixa, inflada, alargada na base, agrupada, pressão leve, superficial, sem relevo, pequena, curvas sem pressão, filiforme, linhas descendentes ou sinuosas e inclinação moderada. Poucos sinais de energia: barras dos t fracos ou amarrados na base em sinal de teimosia. Finais curtos indicando reserva, calma e pouco esforço.

A criança de Temperamento linfático ou fleumático
É tranqüila, inteligente, mas lenta em suas reações motoras e intelectuais. Como não consegue se expressar com rapidez, fecha-se numa muda censura.

Tem dificuldades para superar os fracassos e por isso perde a motivação e os estímulos.
Seus silêncios são obstinados. É acomodada, gulosa e adora comer, pois comendo acalma sua ansiedade. Como é receptiva pode ser bastante influenciável.

Quanto mais indolente mais será levada pelos outros. Tem boa memória. É propensa a transtornos glandulares.
Suas manifestações gráficas são: lentas, curvas redondas, pressão desigual, letras verticais, monótonas, uniformes, tanto nos rabiscos como nos desenhos e letras.

 Os contornos das letras não são nítidos e às vezes pode aparentar um conjunto com impressão de sujeira.

 

 

 

Estudo realizado por Pastor Rogério Costa

Caxias do Sul – 14/05/15

 

Ministério Igualdade Independente

www.ministerioigualdadeindependente.webnode.com.br

Projeto Plantar

www.projetoplantar.webnode.com

 

Envie um comentário sobre o que voce achou deste link!

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!