Parte 01

Jesus está Voltando.

 

 

URGENTE

Israel já tem levitas prontos para fazerem os sacrifícios no Terceiro Templo

Instituto do Templo está preparado para volta do "Sacrifício Perpétuo”.

http://noticias.gospelprime.com.br/terceiro-templo-israel-levitas-sacrificios/

No dia 20 de agosto de 2013, após mais de 1950 anos, ocorreu em Israel a cerimônia preparatória para a retomada do “sacrifício perpétuo” que era feito diariamente pelos judeus. O mandamento presente no livro de Levítico é retomado em Jerusalém pela primeira vez desde a destruição do Segundo Templo pelas mãos dos romanos, no ano 70. O Templo original foi inaugurado aproximadamente em 950 a.C. e destruído na invasão babilônica em 586 a.C.

O treinamento dos cohanim (sacerdotes) é uma iniciativa do Instituto do Templo, juntamente com várias outras organizações dedicadas a reerguerem o Beit HaMikdash (Templo de Salomão) em Jerusalém. Essa escola para os novos sacerdotes é um importante passo na restauração dos sacrifícios rituais. A primeira turma foi selecionada após uma parceria com a Mishmeret Kehunah, instituição que procura restaurar o ciclo sacerdotal do Templo. Um novo sinédrio existe desde 2006. Desde então, se reúne uma vez por mês em Jerusalém, e formou uma comissão de sete rabinos, que faz um estudo detalhado dos rituais e cerimônias do templo. Com isso, foram selecionando jovens que descendem da antiga tribo de Levi, algo facilmente identificável por terem mantido a tradição de seus sobrenomes, sendo os mais comuns Levi, Levy, Levine, Leventhal, Levinson e Cohen. Os sacerdotes escolhidos tiveram as primeiras aulas sobre como usar suas roupas especiais seguindo os requisitos bíblicos, e como executar os rituais na tradição dos levitas originais. Os alunos realizaram o sorteio para determinar quem iria fazer o primeiro serviço de sacrifício do dia. Este é um importante passo para a comunidade judaica que crê nas profecias sobre a restauração do templo como sinal da vinda do Messias.  Segundo o anúncio oficial, “Na noite do dia 14 de Elul, 5773, o Instituto do Templo, em cooperação com Mishmeret Kehunah (Organização para a Renovação dos turnos sacerdotais) e outros organizações inaugurou uma nova escola dedicada ao ensino da ‘arte perdida’ de executar diariamente o serviço Tamid no Templo Sagrado”.

Nenhum animal foi sacrificado, mas as imagens divulgadas mostram os preparativos para a oferta do incenso, o toque das trombetas e a limpeza ritual do candelabro, juntamente com o ensaio das orações adequadas e das canções tradicionais.O Instituto existe há 26 anos e tem feito muitos preparativos para a reconstrução do templo judaico no Monte Moriá, desde então. No ano passado, a organização quis retomar o sacrifício público a páscoa para lembrar os judeus da tradição. Contudo, a polícia israelense mais uma vez os impediu de fazer manifestações públicas por medo de incitar a revolta dos muçulmanos.O movimento pela reconstrução do Templo já divulgou em outras oportunidades que terminou a produção de todas as 102 peças do local sagrado, seguindo os preceitos bíblicos. Todos os utensílios necessários já estão prontos, incluindo a arca da aliança, além dos projetos arquitetônicos para a reconstrução. Os novos sacerdotes não sabem quando poderão começar a atuar, mas querem estar prontos o quanto antes.Os judeus ultraortodoxos acreditam que, de acordo com o Antigo Testamento, o Messias será o único capaz de restaurar o Templo, então basta esperar. Por outro lado, outros grupos defendem que o povo judeu deve, de alguma forma, merecer a vinda do Messias, preparando-se ativamente para isso. Baseado nisso, grupos como o Instituto do Templo tem atraído doações de judeus espalhados por todas as nações do mundo para que seja possível a reconstrução do Templo. Ministérios cristãos sionistas também têm colaborado, em especial o do evangelista Benny Hinn, que inclusive o levou ao seu programa de TV para falar sobre o assunto.Somente o candelabro principal do Templo (Menorah), feito com mais de 40 quilos de ouro maciço, custou 3 milhões de dólares. Em 21 de Maio de 2009, o grupo de judeus ortodoxos “Movimento de Fidelidade à Terra de Israel e ao Monte do Templo” fez um desfile pelas ruas de Jerusalém, mostrando uma pedra de quase quatro toneladas. Ela foi anunciada como a pedra angular para a edificação do terceiro Templo de Jerusalém.Obviamente, ainda não é possível pensar na reconstrução do Templo sem que seja destruída a Mesquita de Al-Aqsa com o famoso Domo da Rocha, algo que já provocou ameaças de guerra por parte dos países muçulmanos. Quando o Instituto do Templo pretende começar a construção do novo local sagrado ainda é um mistério, 26/06/2011.

Fonte : http://noticias.gospelprime.com.br/terceiro-templo-israel-levitas-sacrificios/

 

Parte 02

Principal Rabino israelense: “a chegada do Messias é iminente”

Caríssimos Leitores, trazemos essa bela, interessante e profética reportagem sobre uma das maiores autoridades do judaísmo com uma frase curta mas impactante: "a chegada do Messias é iminente".

O texto foi traduzido do inglês, logo você notará que algumas partes estão confusas... Isso se da devido não sabermos a língua inglesa, mas com a ajuda do google translater trouxemos uma tradução entendível.

Boa leitura.

E vos tirarei dentre os povos, e vos congregarei das terras nas quais andais espalhados, com mão forte, e com braço estendido, e com indignação derramada. Ezequiel 20:34.  O rabino Chaim Kanievsky, uma das maiores autoridades do Judaísmo Ultra ortodoxo, tem dado mensagens claras e inequívocas recentemente que a vinda do Messias é iminente. Ele está pedindo aos judeus para fazer Aliyah o mais rapidamente possível. Aliyah, o verbo hebraico para "subir", refere-se a imigrar para Israel, que é visto como uma ação espiritual mais elevada que pode ajudar a anuncia a vinda do Messias. Foi relatado que o rabino Kanievsky foi presenteado com um panfleto, escrito pelo rabino Yitzchak Ben Tzvi da cidade de Bnei Brak, lidando com o Fim dos Dias e muitas outras profecias relacionadas. O Rabino Kanievsky, que é um pilar da comunidade judaica e conhecido por seus livros oficiais sobre a lei da Torá. Depois de uma breve consideração, ele disse a aqueles em torno dele que o panfleto deve ser distribuído e que os judeus que vivem fora de Israel devem retornar à sua terra ancestral.  Em mais um exemplo da chamada de rabino Kanievsky para o “aliyah”, o rabino Yekutiel Fisch revelou o conselho que foi dado a seu primo, um professor em uma proeminente Yeshiva Lakewood que visitou Israel recentemente e foi ao rabino Kanievsky para receber uma bênção no final da sua visita .  O rabino lhe disse que ele não deve deixar Israel porque o Messias estaria chegando muito em breve. O professor respondeu que ele tinha 700 alunos esperando por ele em Lakewood. Rabino Kanievsky disse-lhe que ele deve trazer todos os alunos a Israel. Após a sua chegada em Lakewood, a história se espalhou rapidamente, criando uma forte impressão sobre os estudantes que reverenciam rabino Kanievsky.  Depois de uma vida imergindo-se em textos judaicos clássicos, o Rabino Kanievsky informou a vários sites de mídia que o rabino está falando sobre o messias "o tempo todo." Desde a guerra do verão passado em Gaza, o rabino vem espalhando esta mensagem de retorno iminente . Em um exemplo, o rabino Kanievsky instruiu um judeu da Argentina, que pediu uma bênção, que ele deveria "reunir sua família e chegar a Israel. Caso contrário, não haverá espaço suficiente para você nos aviões. "  Quando perguntado sobre o momento da chegada do Messias, o rabino Kanievsky respondeu: "No final do ano sabático." Várias pessoas pediram ao rabino para verificar isso e ele deu a mesma resposta a cada vez. Este ano é o ano sabático e será encerrado no dia 29 de Elul, que, pelo calendário gregoriano cai no sábado, 12 de setembro, 2015.  Em resposta ao apelo do rabino Kanievsky, os judeus da França começaram a chegar em Israel em massa abençoadas. O impulso é certamente uma reação ao crescente antissemitismo e o islamismo alimentado a violência em toda a Europa.  Após o ataque terrorista horrível em um mercado Kosher em Paris há seis meses, o primeiro-ministro israelense Netanyahu pediu aos judeus franceses para voltar para sua casa em Israel. Suas observações atraiu críticas de alguns, no entanto, na semana passada, na esteira da violência do Ramadã em vários países, incluindo França, Zeev Elkin, o ministro israelense de Imigração e Absorção, chamou os judeus franceses para fazer Aliyah, ecoando as palavras de seu líder.  "Venha para casa! O Anti-semitismo está crescendo, o terrorismo está em ascensão e os ativistas doentios do Estado Islâmico realizam assassinatos na luz do dia. Estamos preparados para aceitar os judeus da França com os braços abertos ", disse ele.   No ano passado, 7.000 judeus franceses fez Aliyah para Israel, tornando-se o país número um de origem para os novos imigrantes. A Agência Judaica e do Ministério da Aliyah e Absorção de Imigrantes estão esperando mais de 3.000 judeus franceses a imigrar para Israel neste verão sozinho, muitos deles famílias com crianças que querem chegar e integrar antes do início do ano letivo.  Deve notar-se que é considerada uma característica positiva para ser sempre antecipando o Messias. O Chofetz Chaim, o rabino Yisrael Meir Kagan, um grande sábio da Torá, diz que qualquer barulho grande que ele escuta, ele diza: "Talvez o Messias chegou?" Histórias semelhantes também foram informados do líder marroquino cabalista, o Baba Sali, o rabino israelense Abuhaseira, 04/07/2015.

 

Fonte: Breaking Israel News.

http://www.breakingisraelnews.com/44534/leading-israeli-rabbi-messiah-imminent-jewish-world/#DYh9qCxJWQ0F2zby.97

 

 

Estudo realizado por Pastor Rogério Costa

Caxias do Sul – 26/06/11 e 04/07/15

 

 

Ministério Igualdade Independente

www.ministerioigualdadeindependente.webnode.com.br

Projeto Plantar

www.projetoplantar.webnode.com

 

Envie um comentário sobre o que voce achou deste link!

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário