A Graça Renovadora de Cristo

 

A Graça renovadora de Cristo nos gera Esperança e Fé.

 

Êx.33:12 E Moisés disse ao SENHOR: Eis que tu me dizes: Faze subir a este povo, porém não me fazes saber a quem hás de enviar comigo; e tu disseste: Conheço-te por teu nome, também achaste graça aos meus olhos.

Aqui é mais uma prova do amor superabundante de Deus por nós, chama-nos pelo nome, e ainda nos recompenssa por andar nesta graça, na sua Graça renovadora, agora em Cristo.

 

 

 A Esperança é um apelo interior que nos dá razões para caminharmos confiantes em direção a um futuro promissor e feliz.

 

O salmista dis: Sl.65:5  "Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra, e daqueles que estão longe sobre o mar."

O sentido que alimenta e dá solidez à nossa Esperança brota da Palavra de Deus.

Sl.71:5   "Pois tu és a minha esperança, Senhor DEUS; tu és a minha confiança desde a minha mocidade."  Falar algo sobre o que eu sonhava no passado para o futuro...

Graças à Esperança, os cristãos têm a certeza de que a Humanidade não é um processo sem sentido.

Provérbios 3 : 26a  "Porque o SENHOR será a tua esperança... No que espero eu?

A Fé tem como suporte a Ressurreição de Cristo, Rm.1:17 Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.

A fé vem pela dificuldade... muitas vezes até na derrota....

A Esperança, partindo do suporte da Fé, antecipa a plenitude do futuro. Jesus Ressuscitado é a garantia de que a Humanidade já tem ao seu alcance o penhor (garantia) de um sucesso pleno. 2 Co.1:22 O qual também nos selou e deu o [penhor] (Garantia) do Espírito em nossos corações.   2 Co.5:5 Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o [penhor] (Garantia) do Espírito Santo.

Ef.1:14 O qual é o [penhor] (Garantia)  da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória.

Os horizontes da Esperança Cristã coincidem rigorosamente com o querer de Deus a nosso respeito, nem sempre o nosso querer é o querer de Deus... Graças a Deus que é assim, imagine se fosse o nosso querer, .... O meu querer era mau proceder... Misericórdia!

Oração do pai nosso...Lc.11:2 E ele lhes disse: Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; seja feita a tua [vontade], assim na terra, como no céu. 

A vontade de Deus para nossas vidas é esta... que sigamos os Seus ensinamentos, que sejamos segundo sua vontade, independente de nosso sofrimento, no mundo ainda é pior... servir as coisas do mundo não leva a salvação, não requer fé, não requer esperança alguma... as coisas do mundo nos levam a morte, Rm.6:23 Porque o [salário] do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.  Largar o pecado é acreditar como o sego Gadareno acreditou, e ainda dizer: Só sei que eu era cego, mas agora vejo... Jo.8:25.  Largar o pecado e crewr em cristo é desenvolver uma fé “cega” com fala Paulo em Hb.11:1 ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.

 Em Jesus de Nazaré, Deus inaugurou a plenitude do seu plano em favor da Humanidade. O evangelho de São João diz que todos recebemos da plenitude de Cristo: “Da sua plenitude todos nós recebemos graça sobre graça”, Jo 1:16 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.

Em Jesus Cristo, diz a Carta aos Efésios, Deus levou o tempo à sua plenitude: “O Pai deu-nos a conhecer o mistério da sua vontade, conforme a decisão prévia que lhe aprouve tomar, a fim de levar o tempo à sua plenitude” Ef 1:9,13  Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, (concentimento) que propusera em si mesmo, De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra.  Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade; Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo.  Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.

 

 

             A Plenitude dos Tempos significa a fase dos acabamentos. A Esperança Cristã assegura-nos que estamos já na fase do sucesso garantido. A plenitude da vida é um dom que nos é oferecido amorosamente por Deus.

 

Podemos aceitá-lo ou não, pois o amor não se impõe. 2 Co.3:17 Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há [liberdade].

 A Carta aos Gálatas diz que ao chegar a plenitude dos tempos Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, a fim de ser inaugurado o tempo da graça, o qual implica a anulação de leis, normas ou preceitos que oprimam as pessoas Gl.4:4,7 Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.   E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.

A Esperança Cristã não é apenas um desejo vago que nasce dessa fome de felicidade que todos levamos dentro. Pelo contrário, assenta num plano concreto, o qual é conhecido por nós graças ao fato de nos ter sido revelado por Deus. Este projeto é fruto de um querer explícito de Deus. Foi isto que levou Jesus Cristo a tomar as atitudes que tomou, a fim de nos revelar o querer de Deus.

Foi por este querer de Deus que fomos inseridos na Plenitude dos Tempos, como diz Paulo: “Se alguém está em Cristo é uma Nova Criação. O que era antigo passou. Eis que tudo se fez novo. Tudo isto vem de Deus que, em Jesus Cristo, nos reconciliou consigo, não levando mais em conta os pecados dos homens”, 2 Cor 5, 17  Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.Certa da fidelidade de Deus, a Esperança avança no sentido de atingir esta meta que nos é proposta pela Revelação de Deus. Pela Esperança, o cristão sabe que este projeto amorosamente sonhado por Deus acontecerá.  Eis a razão pela qual ele tenta comprometer-se com os apelos e propostas de Deus.  Com efeito, o plano de Deus implica também o compromisso do Homem. A divinização do Homem é um dom gratuito, mas Deus só pode divinizar o ser humano na medida em que este se humaniza. Como sabemos, a humanização do homem é uma tarefa que cada pessoa tem de realizar. Ninguém nos pode substituir nesta missão. Por outras palavras, Deus diviniza o que o homem humaniza.

 

 

 

     Estamos na plenitude dos tempos, isto é, do que devemos nós ter medo?

 

 

A plenitude dos tempos, portanto, significa um salto de qualidade que aconteceu com Jesus Cristo e não antes dele. O livro de Paulo aos Romanos tem uma passagem muito esclarecedora a este respeito, Rm.8:31,39  Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.Segundo esta passagem, a divinização acontece pela comunicação especial do Espírito que atinge a Humanidade de modo intrínseco (íntimo) e a faz dar um salto de qualidade para nós individualmente e para a igreja.

 

 

Oraçao

 

 

 

A oração não faz mudar Deus de opinião, mas transforma o coração da pessoa humana, capacitando-a para sintonizar com Deus e receber os seus dons.

 

Na verdade, a oração não é uma forma mágica de manipular a Deus. Enquanto oramos, estamos a abrir o coração à Palavra de Deus e à ação restauradora e santificadora do Espírito Santo. Quando abrimos o coração à dinâmica do Espírito Santo, este vai-nos configurando interiormente com Cristo Ressuscitado.

A oração é uma maneira privilegiada de o crente entrar na intimidade da Santíssima Trindade pela mediação de Cristo Ressuscitado que nos confere o dom da interação intrínseca  (íntima) com o Espírito Santo. É este o modo de o Espírito Santo atuar em Cristo, pondo em interação direta a interioridade espiritual do Homem Jesus com a interioridade espiritual do Filho Eterno de Deus.

1 Co.14:15 Que farei, pois? [Orar]ei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.

O que Jesus quis dizer com isso?  Que devemos sim usar a oração em tudo, mas Ele diz também que devemos usar a Razão para que a oração faça efeito diante do pai, tanto que no texto acima Ele fala de Homem Jesus...  Jesus era Homem

Não é novidade a ninguém a forma como Jesus Cristo nasceu. Ele nasceu de Maria, que ficou grávida pelo poder do Espírito Santo, sem o contato natural com um homem, que uma gravidez normal exige. A Bíblia deixa claro que Jesus Cristo foi um ser humano como qualquer um de nós [mas sem pecar]. .” Hb 4. 15. “pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado.

Filho do Homem (com as letras iniciais maiúsculas) é um título que o próprio Jesus Cristo usou para si mesmo em várias ocasiões, e significa, dentre outras coisas, a sua condição humilde e humana. Ele, sendo Deus, virou um ser humano para, pela sua morte, dar a salvação a todo que Nele crê. Aceitou essa missão; mesmo sendo Deus se diminuiu nascendo e vivendo como um ser humano para nos abençoar.

 

 

 

                Ao predispor o nosso coração a acolher os dons de Deus, a oração dinamiza as nossas forças espirituais capacitando-nos para acolher dons fundamentais para a felicidade humana, tais como libertação interior, paz, alegria.  

 

Além disso pode operar em nós uma melhora ou cura física ou psíquica, a qual pode resultar em curas tanto de nível somático como psíquico.

Muitas coisas que achamos que é demônio pode ser psicológico... etc.

A oração também nos capacita para sermos capazes de integrar e desdramatizar problemas e dificuldades que não tenhamos conseguido resolver.   Ao estimular a confiança em Deus, a oração liberta-nos do medo, como diz o salmo 27:1 “O Senhor é a minha luz e a minha salvação, que hei-de temer? O Senhor protege-me dos perigos, por que razão hei-de tremer?”

Mediante a oração, a pessoa reforça a certeza de que Deus é fiel e verdadeiro e que jamais nos abandona. Por isso podemos fortalecer a certeza de que nada nos pode separar de Deus, como diz  Paulo: “Se Deus está por nós, quem poderá estar contra nós? Se Deus não poupou o seu próprio Filho, mas o entregou por nós, como não nos dará todos os bens juntamente com ele?” (Rm 8, 31,39).

Então quero aqui falar o porque eu vim para Cristo: Entre tantas...

Entendi isso...

1 Pe.2:9,10...Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia. Deixei que a boa semente germinasse em meu coração, mente, espírito.

Lc.8:15 E a semente que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom, e dão fruto com [perseverança]. Permaneci perseverante...

Rm.2:7 A vida eterna aos que, com [perseverança] em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção. Acreditei na vida eterna...

Ef.6:18 Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a [perseverança] e súplica por todos os santos. Aprendi orar e nunca mais parei...

 

 

Estudo realizado por Pastor Rogério Costa

Caxias do Sul - 2010

 

 

Ministério Igualdade Independente

www.ministerioigualdadeindependente.webnode.com.br

Projeto Plantar

www.projetoplantar.webnode.com

 

Envie um comentário sobre o que voce achou deste link!

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário